Please reload

Assuntos

Depoimento de ex-aluna - Vida no Québec

21/10/2017

Nós, do Centre Québec, sempre nos alegramos quando os alunos realizam seu grande sonho de imigrar para o Canadá. Por isso, depoimentos, fotos, vídeos, desabafos, curiosidades daqueles que já imigraram serão sempre muito-bem vindos! Os alunos que ainda estão na jornada da preparação para imigração também se motivam muito! Interessados em compartilhar suas experiências podem enviar seu depoimento via mensagem no facebook ou via e-mail.

 

 

 

 

Depoimento de ex-aluna:

 

"Estou escrevendo para agradecer pela oportunidade e orientação que nós tivemos na escola. Ajudou muito a amadurecermos nosso projeto de imigração e está nos ajudando agora na adaptação aqui em Québec, principalmente a compreensão da língua. Nas instituições públicas, bancos, organismos de imigrantes compreendemos tudo e nos expressamos bem. Na rua algumas vezes ainda temos um pouco de dificuldade quando falamos com adolescentes e pessoas idosas, mas isso é normal, conhecemos vários imigrantes de países onde a língua oficial é o francês e que também têm essa dificuldade no começo por causa das gírias, sotaques, lições de palavras (fusões)...

Como você sempre pedia para o povo daqui dar notícias, resolvi fazer um resumo da nossa caminhada nestes 2 primeiros meses para incentivar os estudantes da escola:

- Nos 2 primeiros dias ficamos literalmente perdidos, um pouco pela viagem, outro pouco por cair a ficha de que estávamos finalmente no Canadá. Tem muita coisa pra fazer e você não sabe nem por onde começar. Até ir no super mercado é diferente. Decidimos fazer primeiro os documentos (NAS, Assurance maladie, mudança de endereço para receber a cidadania) e entrar em contato com o MICC para pedirmos a francisação e agendarmos a sessão de informações.

- Na segunda semana foi a vez de alugarmos o nosso apartamento, já que só alugamos do Brasil um apartamento temporário pra ficarmos por 35 dias e como você já tinha falado, quase todo mundo aqui se muda em 1º de julho (e já começa a alugar o próximo apartamento em fevereiro), ou seja, tínhamos que nos apressar. Esta parte foi um pouco mais difícil, pois ainda não conhecíamos bem o vocabulário específico, nem os lugares e linhas de ônibus para chegarmos até eles e falar por telefone é bem mais difícil do que pessoalmente. Mas conseguimos um apartamento 3 et demi (3 cômodos e 1 banheiro), espaçoso e bem localizado (estamos a 3 quadras da Universidade Laval e atrás dos 3 Shoppings de Sainte-Foy). Além disso ainda compramos nosso celular, para ficarmos comunicáveis, e abrimos a nossa 1ª conta em banco canadense (Caisse Desjardins).

- Alugado o apartamento fizemos a semana de recepção aos imigrantes no Ministério da Imigração, e aí nosso agente já nos encaminhou para fazermos a nossa avaliação de estudos, o teste para vermos em que turma entraremos na francisação (vamos fazer só o último nível, começamos dia 19 de agosto), e nos orientou em relação a nossa profissão.

- Então ficamos mais calmos, e começamos a curtir a cidade, que é linda sem contar com os eventos dos 400 anos da cidade (escolhemos a data certa para imigrar!!!) Neste período conheci o Parque “Le parc de La chute Montmorency”, que tem uma cachoeira de 83 metros de altura, que no inverno congela e forma um monte que eles chamam de Pão de Açúcar, tem uma vista linda do rio Saint-Laurent e île d’Orléans. Mas são muitos parques, uns 2 ou 3 em cada uma das 8 regiões da cidade, além daqueles da região metropolitana... ainda não fui nem na metade.

Também assisti a dança das águas em frente ao Parlamento (faltou a câmera para filmar, e as fotos não ficam boas a noite por causa do movimento e das luzes), ao 1º festival de música de Québec, em que em uma rua (Saint-Jean) tinha mais ou menos 25 lugares de apresentação, e conhecemos vários lugares históricos, entre eles o château Frontenac, o Parlamento e a cidadela.

No dia 16 de julho fomos passar uma temporada na casa da minha irmã, que conseguiu aluguel definitivo a partir de junho na região metropolitana (Charny). Tínhamos acabado de descobrir a maior das novidades: Eu estou grávida!!!!! Cumprimos a palavra que o bebê seria encomendado assim que chegássemos aqui!!! Já é quebecois, provavelmente por 1 semana... Estamos super felizes!!! (descobrimos no Dias dos Pais daqui, que é comemorado dia 15 de junho).

Mas passada a euforia começamos a correr atrás de médico, fui no SAAI (serviço de apoio a adaptação de imigrantes), mas acabei recebendo uma indicação da agente do Centro Multiétnico para uma médica, fiz a primeira consulta dia 14 de julho e domingo que vem faço a 1ª ecografia.

Dia 1º de julho mudamos finalmente pro nosso cantinho e há mais ou menos uma semana estamos com a internet. Como todos falam por aqui, estamos aproveitando bem o verão enquanto esperamos a francisação, e tem muita coisa legal e gratuita pra fazer. É bom para nos adaptarmos a sociedade.

Gostaria de aproveitar para agradecer ao Adriano que foi o nosso professor durante a maior parte do tempo em que estudamos na escola e que teve muita paciência no período de adaptação quando chegamos. Também já estou sabendo que minha mãe e minha sogra vão começar a estudar em agosto para poder vir pra cá curtir o netinho ou a netinha.

 

Mais uma vez obrigada pela oportunidade, 
Jucilene

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Você gostou desta postagem?
Please reload

Receba informações sobre turmas, descontos exclusivos e postagens do Blog do Centre Québec

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS
Funcionamento

de segunda a quinta, das 14h às 21h; sextas: com horário agendado; sábados, das 09h às 13h30.

Endereço

Rua Ivo Leão, 296, Portão Azul
Alto da Glória, Curitiba - PR
80030-180


 

Contato
Conecte-se 
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS

© 2019 - Centre Québec.