Please reload

Assuntos

Depoimento de ex-aluno (Montreal) - Vida no Québec

4/11/2017

"Oi pessoal, estamos aqui novamente. Por aqui já começa a fazer frio e estou agora iniciando minha saga pra conseguir um emprego. Como já faz praticamente um mês que estamos aqui, aproveito este e-mail para contar alguns detalhes de como é a vida aqui em Montreal ou no Canadá de forma geral, e algumas coisas curiosas e diferentes do Brasil... Algumas coisas muitos de vocês já conhecem/sabem, outras talvez não...

TRÂNSITO 
É incrível como o trânsito aqui funciona bem. Ele é muito tranqüilo e você quase não vê problemas. Eu devo ter ouvido som de buzina pouquíssimas vezes e só vi uma batida, bem de leve. E olha que nós saímos todos os dias. Há uma cultura forte de preferência para o pedestre e você pode andar sem parar que sempre os carros vão parar para você passar, mesmo não tendo sinal ou faixa de pedestre. O pedestre tem a preferência sempre mesmo! Estou também fazendo o processo para tirar carteira de motorista daqui. A nossa só vale por 90 dias. O processo tem algumas semelhanças com o do Brasil e demora mais tempo para conseguir. Em outro texto explico melhor como é... 

LIMPEZA Não achamos Montreal uma cidade muito limpa. Vê-se uma quantidade considerável de lixo pelas ruas, no metrô, e não se vê garis. Pelo que ouvimos falar aqui, a principal razão são exatamente os imigrantes que não tem a cultura de manter a cidade limpa. E como aqui tem um número absurdo de imigrantes, a maioria de países pobres como os refugiados ou sem muitos recursos, isso fica explicável. E imagino que não vejam razão de por garis nas ruas, se entendem que cada um é capaz de manter a limpeza.

TEMPERATURA 
Muita gente pensa que ficamos embaixo de neve ou congelando o ano inteiro, mas não é assim, felizmente. Quando chegamos, em setembro, estava calor até, fazendo uns 22-25 graus e com sol firme. Antes, nos disseram que era mais de 30 graus e com ventilador ligado. Para alívio de curitibanos, o tempo aqui é bem mais estável e muda com bem menos freqüência que aí. Quando faz sol, fica assim boa parte do dia. Pegamos poucos dias de chuva por aqui, mas agora o frio está chegando. E como! Eu e a Susana achamos que já pegamos mais frio aqui que jamais vimos no Brasil. Principalmente nos dias de sol. Isso é bem interessante. As pessoas que já moram aqui há mais tempo, falam que quando neva é que alivia o frio, mas os dias de sol que são os piores e mais gelados. Já estamos também vendo uns casacos (e luvas e botas e cachecóis e gorros) específicos para agüentar os -25 que vem em dezembro/janeiro....

ALUGUEL 
Essa parte é muito boa. No Brasil, todos vocês sabem como é a coisa mais burocrática do mundo conseguir alugar um apartamento. Faz análise de crédito, arranja fiador, reconhece firma, vai no cartório, circunscrição de imóveis, lê e relê o contrato, e por aí vai. Aqui é bem mais fácil. Existe uma legislação específica para locação de imóveis, feita pela Régie de Logement, que protege locador e locatário conforme seus direitos e obrigações. E você assina um contrato padrão que vende-se em vários locais de comércio daqui. Claro que o proprietário vai ver seu histórico de crédito (tipo um Serasa) e se você não tiver nenhum, como todo imigrante, ele pode pedir alguns aluguéis adiantados (às vezes 2 ou 3). Na realidade isso é proibido, mas eles fazem com alguma freqüência, e como nós imigrantes não temos muita escolha, precisamos de um teto pra seguir a vida, acabamos aceitando.

TRANSPORTE PÚBLICO 
Finalmente um metrô. O transporte que faz muita falta em Curitiba aqui está presente e funciona bem. Ele é bem freqüente, temos 4 linhas, que ligam os bairros que circundam o centro. Como alguns sabem, Montreal é uma ilha, e as pontas da ilha ficam um pouco prejudicadas com isso, pois o circuito do metrô é mais centralizado. Os candidatos da próxima eleição, alguns prometem isso... pelo menos uma linha até o aeroporto.. Com relação à passagem. Ela custa caro, o preço unitário é de $2,75. E o motorista, NÃO dá troco. Se você der 3 dólares, adeus 0,25. Porém, você pode comprar uns pacotes semanais ou mensais, que fazem cair muuuuito o preço. O pacote semanal sai por 20 dolares e o mensal por 68,50. Aqui o segredo: você pode fazer viagens ilimitadas com estes pacotes. Ou seja, você paga os 68,50 e pode andar a vontade até o último dia do mês (então por exemplo se você usa 40 passagens por mês - pra ir e voltar do trabalho por exemplo - cada uma sai por $1,70. Mas atenção, os pacotes tem um período fechado (o semanal é de segunda a domingo e o mensal até o último dia do mês). Se você comprar por exemplo um semanal na quinta-feira, só pode usá-lo até domingo. Nós aprendemos isso após quase fazer uma cagadinha hehehe. 

O POVO FISICAMENTE 
A Susana acha que homem se veste melhor que mulher aqui. O que acontece na realidade é que as mulheres são bem menos vaidosas que as brasileiras, afinal tem um nível de independência superior ao da mulher latina e estão no mercado de trabalho há bem mais tempo, então virou um traço cultural mesmo. Elas são menos ajeitadas, com roupas mais simples, nada de saltos, mas são bem bonitas. As pessoas daqui têm os olhos claros, não necessariamente azuis ou verdes e alguns de cores diferentes em cada olho. Isso vale para as canadenses. As imigrantes não são lá aquelas coisas, então ainda bem que tenho já a Susana hehehe. Mas há muita gente estranha pelas ruas, no metrô, entre imigrantes e nativos. E aqui, sim, tem mendigo na rua. Muito pouco, mas tem. E eles tem algum requinte ehehehe, já falam inglês derrrrr. Mas numa estação do metrô semana passada, vimos um cara que tocava um teclado para ganhar uns trocados. E não era Morango do Nordeste que ele tocava, era uma obra do Beethoven.

COMÉRCIO 
Deu 5 horas, vamos embora que vai fechar a loja. Muitos lugares fecham cedo, como 16h30 e 17h e eles são bem sutis: "Atenção clientes, fecharemos a loja em 10 min." Isso não significa que quem entrou, entrou e pode comprar tranqüilo. Significa que você deve ir embora mesmo. hahaha Aconteceu conosco de irem já desligando as luzes e guardando as coisas faltando 15 min pra loja fechar. Então você não se sente à vontade de ficar na loja mais tempo...vão te olhar de cara feia. Isso é bom por um lado pois há o entendimento de que a hora dos funcionários trabalharem acabou, afinal eles também tem vida. Por outro, perdemos em conveniência em razão de fechar muito cedo e sutilmente pontualmente. :-)

Bom, acho que vou ficar por aqui, em outros texto falo da televisão, dos mercados, do preço das coisas, o sistema bancário, o mito da cidade subterrânea etc..."

Abraço forte,

Ronaldo e Susana - OUTUBRO DE 2009

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Você gostou desta postagem?
Please reload

Receba informações sobre turmas, descontos exclusivos e postagens do Blog do Centre Québec

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS
Funcionamento

de segunda a quinta, das 14h às 21h; sextas: com horário agendado; sábados, das 09h às 13h30.

Endereço

Rua Ivo Leão, 296, Portão Azul
Alto da Glória, Curitiba - PR
80030-180


 

Contato
Conecte-se 
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS

© 2019 - Centre Québec.