22/11/2019

Please reload

Assuntos

Depoimento de ex-aluno (Montreal)

23/2/2018

Neste depoimento nosso ex-aluno aborda alguns dos assuntos que mais geram dúvidas aos interessados em college e imigração para o Canadá/Québec:

 

 

1. Dicas para quem acaba de chegar no Québec:

 

  • Primeira dica é abrir logo a conta no banco para não ficar andando com dinheiro… Não se trata de insegurança, mas sim de praticidade;

  • fazer amigos o mais rápido possível. Se afastar de brasileiros que você julgue que não são boas pessoas, não é só porque são brasileiros que é bom tê-los por perto;

  • logo que assinar o contrato de aluguel, já vá atras de agendar a instalação da internet, porque aqui muita coisa pode ser feita com a internet e o entretenimento dentro de casa está bem ligado a netflix, etc etc. O mesmo vale para a energia eléctrica (hydroquebec, você contrata online);

  • não precisa comprar carro tão cedo. Salvo se for inverno e você vier com filhos;

  • se for cursar um college, pega antes das aulas iniciarem os papéis para legar na STM e pagar a mensalidade reduzida em quase 50% do metro/ônibus;

  • comprar móveis e tudo de casa na Ikea, relação qualidade x preço são imbatíveis;

  • se não fez no aeroporto, faça o mais rápido possível o seu numero NAS ou Social security number para poder abrir a conta no banco;

  • se for estudar em college, procure locais para morar na mesma linha do metro do college. Não procure casa perto do trabalho, porque frequentemente a pessoa termina tendo que trocar de trabalho.

 

2. Como é o local/bairro/cidade que está morando:

 

O bairro que eu moro é um bairro bem residencial, classe média de um lado e classe baixa de outro, o lado que estou é o lado classe média. Recomendo morar perto do ponto do metrô e perto de um centro comercial, porque no inverno é importante sair.  Mesmo com o frio, tem que sair para não ficar meio deprimido.

 

3. Como têm sido a exigência do francês no college:

 

No meu curso o nível exigido do francês é muito alto. Eles pedem redações de 500 palavras com menos de 30 erros. Coisa que só com o tempo fica possível. Leitura de diversas obras literárias. Alguns professores são fáceis de entender. Mas os que são do Quebec são mais difíceis, porém, com o tempo fica mais e mais fácil. Os colegas quebequenses juntam todas as palavras e falam baixo, você pede para repetir eles repetem no mesmo tom, você pede para repetir de novo e eles repetem igual!!! É um pouco complicado no inicio. 

 

4. Como é o curso/rotina, se tem sido possível conciliar com trabalho:

 

No caso do meu curso, que é período integral, eu não consigo trabalhar, simplesmente não dá tempo, é muita coisa para estudar. Mas conheço pessoas que fazem curso e trabalham aos finais de semana, mas eles sempre estão mortos de cansados, é muito sacrificante. Eu recomendo só estudar.  Eu estudo redes de computador.  Se for um diploma bom, você vai estudar muito, se for um diploma que depois vai te render um salário baixo, você vai estudar pouco….  O nível de estudo aqui (se for um college sério) é muito mais alto do que o nível que estamos acostumados no Brasil.

 

5. Como têm sido a convivência com quebequenses:

 

Os quebequenses que tive contato são em geral boas pessoas, mas são um tanto largados, não tomam banho todo dia, não cortam o cabelo, não se arrumam. Infelizmente isso dificulta um pouco porque por vezes o cheiro é forte. Essa é a verdade. Mas aqui em Montreal tem gente de todo canto, então os quebequenses são meio raros na verdade. É mais normal encontrar gente que é filho de imigrante ou imigrante mesmo. Uma observação sobre os hábitos de higiene do pessoal, outros brasileiros também reclamam, não sou só eu. Não são só os quebequenses, tem gente de outros lugares que também não toma banho nunca, no inverno eles chegam com aqueles casacos caros e quando abrem é um cheiro bem forte. Esse lance dos quebequenses serem meio largados é algo que os imigrantes tomam vantagem, porque o imigrante chega cheio de energia e ambição de melhorar de vida, trabalha um monte e termina crescendo mais do que o pessoal daqui mesmo, ele estuda mais, trabalha mais, empreende mais, por fim termina chegando à classe média facilmente.  Muitas pessoas que conheço aqui são da classe média, já tem sua casa própria ou tem a oportunidade de comprar, pagam um carro com grande facilidade.

 

6. Diferenças culturais em relação à cultura/rotina no Brasil:

 

A questão cultural mais marcante é essa que comentei, que o pessoal do Brasil é muito limpo perto do pessoal daqui. A Influência climática influencia muito na nossa vida, então, no inverno tem algumas pessoas que ficam mal humoradas e tal. Mas quando o sol sai o pessoal já fica mais animado, é um fenômeno interessante. Uma coisa da rotina interessante é a segurança… Aqui é muito seguro, não estamos acostumados a andar em uma rua escura 1h da manha sem olhar para os lados, mas aqui isso é possível. Já vi gente vendendo droga, o cara olhou pra mim e não deu a mínima para o fato de eu ter visto ele vendendo droga, isso no centro da cidade.

 

7. Como é a alimentação:

 

Como eu não cozinho muito, eu não sei dizer muito bem. Sobre alimentos, o que eu falo é o seguinte, mercado aqui é caro! Mesmo se você for no Costco, é caro! É tão caro quanto no Brasil??? Hum, não sei dizer… Só sei que vai uma grana em mercado...

 

Só para constar, eu já tive aula em duas escolas de francês aqui, ambas as escolas não tem professores do nível do Centre Québec. Uma dica para alunos, é alternar entre curso intensivo e curso regular.  O intensivo ajuda na fluência, o regular ajuda a reter o conteúdo de uma forma mais calma.

 

Abraços!

 

Bruno (02/2018)

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Você gostou desta postagem?
Please reload

Receba informações sobre turmas, descontos exclusivos e postagens do Blog do Centre Québec

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS
Funcionamento

de segunda a quinta, das 14h às 21h; sextas: com horário agendado; sábados, das 09h às 13h30.

Endereço

Rua Ivo Leão, 296, Portão Azul
Alto da Glória, Curitiba - PR
80030-180


 

Contato
Conecte-se 
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS

© 2019 - Centre Québec.