Please reload

Assuntos

Depoimento de ex-aluno (Montreal) - Vida no Québec

18/8/2017

Salut mes amis, ça va?

 

 
Chegamos aqui em Montreal há uma semana e somente agora conseguimos internet. Ficamos esse tempinho sem dar notícias, fora do ar, mas aqui estamos para dar um apanhado geral da viagem, primeiras impressões etc.

Nosso voo saiu de Curitiba as 15h25 e foi tudo tranqüilo. Pegamos o voo da AirCanada as 20h em SP com destino a Toronto, onde passamos pela imigração. Lá deu uma confusão na imigração com relação ao dinheiro que trazíamos, levamos um susto mas acabou dando certo depois de conversar com alguns agentes. Communication problems, as usual. Chegamos em Montreal as 9h15 e estava com sol, um dia bem bonito, pudemos ver bem a cidade de cima. 

E a cidade parece realmente linda. Ainda não pudemos conhecê-la muito bem pois a Susana não estava mto bem de saúde e também pq tínhamos uma missão na chegada: limpar a casa. Pra quem nao sabe, conseguimos um apartamento com um brasileiro que estava voltando pro Brasil e ele nos indicou para o proprietario deste ape onde ele morava e tudo saiu muito bem, felizmente. Qdo chegamos a casa estava bem bagunçada, eles deixaram um monte de quinquilharia e tivemos de organizar e limpar tudo pra podermos colocar nossas coisas. 

O apartamento é bonzinho, espaçoso, temos praticamente todos os móveis (comprei deste brasileiro) e a região aqui não é das melhores. Tem mtos imigrantes (chineses, indianos, africanos, árabes etc etc) e eles não são mto limpinhos. É um povo na realidade, meio estranho, que fala pouco e está invariavelmente em empregos do comércio. Ficamos nos perguntando se eles não fizeram o mesmo processo que a gente, afinal selecionam pessoas qualificadas, com experiência e eu no lugar deles não queria fazer este tipo de trabalho (não permanentemente). Mas pelo que vimos, muitos são refugiados, outros simplesmente não querem trabalhar em algo melhor ou estudar...e levam a vida que tem.

Hoje, depois de uma semana de briga com a Bell (empresa de telefone daqui) chegou a internet!!! Amanhã falaremos com o Ministério da Imigração para uma palestra de boas-vindas em que eles explicarão os primeiros passos para conseguirmos os documentos do país (o NAS - uma espécie de identidade+CPF+carteira de trabalho) e o nro. da Assurance Maladie (para termos acesso a saúde daqui, que não é das melhores segundo ouvi falar mas que eh bem melhor que a pública do Brasil). 

Aqui tem mtas coisas diferentes e para nós tudo é novo: 
- Eles cobram as sacolas plásticas do mercado (5 centavos cada), então muita gente leva sua sacola retornável ou um carrinho para carregar tudo. 
- As portas são bem pesadas em razão do inverno e todas abrem "pra fora". 
- Ir no mercado é uma aventura. A gente leva 2 horas pra fazer uma compra de 30 dolares pois os produtos sao todos bem diferentes do Brasil, ou com outros nomes ou com outros formatos, tamanhos ou modos. 
- No mercado tambem tem umas maquinas para reciclar garrafas pet e latinhas. Vc ganha 5 centavos por cada lata/pet e 7 centavos por cada garrafa de vidro. É uma ótima forma de incentivar a reciclagem.
- As tomadas todas tem tres pinos ou a "ponta de faca". Nao existem tomadas de bolinha como no Brasil (hj tivemos de comprar um adaptador) 
- As coisas são todas doadas e passadas para outras pessoas. Qdo vc anda pela rua ve mtos moveis, eletronicos na calçada. Nós mesmos já doamos algumas coisas das que estavam no apartamento e nao nos interessava (video cassete, uma luminaria, umas malas quebradas) e eles realmente levam tudo... heheeh isso nao eh visto como algo de pobre, na verdade é algo muito natural... 
- O número de imigrantes na cidade é absurdo. No nosso bairro há um sem-número de indianos, africanos, árabes e chineses/filipinos...Vc anda pela rua e ouve muitas de línguas diferentes. Vc começa sua conversa em inglês, comenta em francês, explica uma palavra que não sabe em espanhol e se despede na língua da pessoa. Hoje fui cortar cabelo e o barbeiro era italiano, falamos um pouco de tudo. hehehe Estamos muito animados e vamos contando as novidades qdo forem acontecendo... desculpem o e-mail comprido mas era mto que contar. Vamos nos falando. 

Compramos um Vono, da GVT (que utiliza a tecnologia VOIP) e paga-se o preço de uma ligação local para quem mora em Curitiba. Quem está em outros estados, paga o preço de um interurbado para Curitiba. E pra falar com o pessoal aqui no Canadá temos também um telefone local. 

Abraços a todos e já estamos com muita saudade. 

Ronaldo e Susana (agosto de 2009)

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Você gostou desta postagem?
Please reload

Receba informações sobre turmas, descontos exclusivos e postagens do Blog do Centre Québec

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS
Funcionamento

de segunda a quinta, das 14h às 21h; sextas: com horário agendado; sábados, das 09h às 13h30.

Endereço

Rua Ivo Leão, 296, Portão Azul
Alto da Glória, Curitiba - PR
80030-180


 

Contato
Conecte-se 
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
  • RSS

© 2019 - Centre Québec.